Últimos assuntos
» Decreto dominical a caminho
Dom Fev 19, 2017 7:48 pm por Augusto

» Acordem adventistas...
Ter Fev 07, 2017 8:37 pm por Augusto

» O que Vestir Para Ir à Igreja?
Qui Dez 01, 2016 7:46 pm por Augusto

» Ir para o céu?
Qui Nov 17, 2016 7:40 pm por Augusto

» Chat do Forum
Sab Ago 27, 2016 10:51 pm por Edgardst

» TV Novo Tempo...
Qua Ago 24, 2016 8:40 pm por Augusto

» Lutas de MMA são usadas como estratégia por Igreja Evangélica para atrair mais fiéis
Dom Ago 21, 2016 10:12 am por Augusto

» Lew Wallace, autor do célebre livro «Ben-Hur», converteu-se quando o escrevia
Seg Ago 15, 2016 7:00 pm por Eduardo

» Ex-pastor evangélico é batizado no Pará
Qua Jul 27, 2016 10:00 am por Eduardo

» Citações de Ellen White sobre a Vida em Outros Planetas Não Caídos em Pecado
Ter Jul 26, 2016 9:29 pm por Eduardo

» Viagem ao Sobrenatural - Roger Morneau
Dom Jul 24, 2016 6:52 pm por Eduardo

» As aparições de Jesus após sua morte não poderiam ter sido alucinações?
Sab Jul 23, 2016 4:04 pm por Eduardo

Palavras chave

SEU IP
IP

"Não sei; uma coisa sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo."

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"Não sei; uma coisa sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo."

Mensagem por Ictus em Ter Ago 24, 2010 8:30 pm

"Chamaram, pois, pela segunda vez o homem que tinha sido cego, e disseram-lhe: Dá glória a Deus; nós sabemos que esse homem é pecador. Respondeu ele pois, e disse: Se é pecador, não sei; uma coisa sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo." João 9:24-25

Certa vez um homem cego de nascença, recebeu a proposta de passar por um novo procedimento cirúrgico, o qual poderia fazê-lo ver. O homem aceitou, ele estava ansioso para ver o mundo que ele apenas escutava. A cirurgia foi um sucesso tudo ocorreu como o planejado e em dois dias retiraram as vedas dos olhos para ver os resultados, o homem podia ver, ele viu a princípio uma explosão de cores, ele se levantou da maca e foi ate a janela e viu um parque ande havia crianças correndo, aves, um lago... ele ficou maravilhado, em um mês ele foi para casa e no caminho passou a ver um mundo diferente, imagens não tão bonitas, e isso fez ele refletir "antes eu apenas escutava um mundo perfeito agora eu vejo um mundo imperfeito" , passou um bom tempo em casa refletindo então passou a procurar ajuda para compreender o mundo aonde ele vivia, em certa ocasião encontrou um filosofo, que dizia "nada do que você ver é real é tudo utopia, você esta sendo enganado pelos seus olhos, a beleza que você vê não existe, talvez a única coisa real que você vê é o que você não quer vê", o homem passou a refletir sobre a frase e lembrou-se das cenas do hospital ate sua casa e por um tempo pensou em acreditar no filosofo, mas ele se lembrou do parque com as crianças que corriam com alegria, e percebeu que as imagens que ele não queria ver, ele tinha a chance de mudá-las, então o homem respondeu ao filosofo "de nada sei, não sei se o que eu vejo é real ou não, mas de uma coisa eu sei, eu era cego agora eu vejo".


Essa parábola pode ser aplicada em nossa vida cristã, por muito tempo apenas escutamos o que é o cristianismo, mas com o tempo, ou de forma repentina, passamos a vivenciá-lo, a vê-lo, no inicio vemos apenas as coisas boas: a ajuda ao próximo, o amor entre as pessoas... mas com o tempo passamos a ver: desavenças, conflitos doutrinários,tristeza, trevas, ódio, ofensa e a pior a DUVIDA, e passamos a nos pergunta se o cristianismo é real e sempre aparece alguém dizendo, que: Jesus Cristo não existiu, o que existiu foi um revolucionário judeu, que Deus é um invenção do homem, para que um grupo de homens controle outros, e que tudo no que acreditamos, e vemos no cristianismo não passa de fantasia, de utopia e que a única coisa que não é utopia são certos atos praticados pelos "cristãos", ou seja a única coisa no cristianismo que é real são: as guerras santas, o controle, as desavenças, as segregações, a indiferença para com o próximo, a corrupção... certos atos feitos por certos "cristãos" que mancha a imagem do cristianismo, diante disso e desse pensamento temos duas escolhas, podemos acreditar nesse pensamento e deixar de acreditar no cristianismo e passar a viver sem razão ou em cima de alguma filosofia vã, ou podemos não acreditar nesse pensamento e responder a quem propô-lo "não sei; uma coisa sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo." e quanto as coisas ruins dentro do cristianismo, podemos ser um instrumento de Deus para que aonde houver o ódio levarmos o amor, aonde houver ofensa levarmos o perdão, aonde houver desavenças levarmos a união, aonde houver desespero levamos a esperança, aonde houver duvida levamos a fé e aonde houver erro levarmos a VERDADE. Esse é o verdadeiro cristianismo no qual podemos ver.

Eu não posso provar cientificamente que Deus existe, que Jesus Cristo existiu e que o cristianismo é verdadeiro, que devemos praticar o bem, que devemos amar o próximo e que um dia cristo retornara a essa terra e levara consigo os salvos que creram em seu nome... nada disso eu posso provar como verdadeiro, mas de uma coisa eu sei, eu era cego agora eu vejo.

http://iesus-christos.blogspot.com/

Ictus

Mensagens : 21
Idade : 25
Inscrição : 14/08/2010

Ver perfil do usuário http://iesus-christos.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Não sei; uma coisa sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo."

Mensagem por adaounder em Sex Abr 01, 2011 9:19 pm

Eu estou refletindo nisso até agora!

adaounder

Mensagens : 1
Idade : 25
Inscrição : 27/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum