Últimos assuntos
» Decreto dominical a caminho
Dom Fev 19, 2017 7:48 pm por Augusto

» Acordem adventistas...
Ter Fev 07, 2017 8:37 pm por Augusto

» O que Vestir Para Ir à Igreja?
Qui Dez 01, 2016 7:46 pm por Augusto

» Ir para o céu?
Qui Nov 17, 2016 7:40 pm por Augusto

» Chat do Forum
Sab Ago 27, 2016 10:51 pm por Edgardst

» TV Novo Tempo...
Qua Ago 24, 2016 8:40 pm por Augusto

» Lutas de MMA são usadas como estratégia por Igreja Evangélica para atrair mais fiéis
Dom Ago 21, 2016 10:12 am por Augusto

» Lew Wallace, autor do célebre livro «Ben-Hur», converteu-se quando o escrevia
Seg Ago 15, 2016 7:00 pm por Eduardo

» Ex-pastor evangélico é batizado no Pará
Qua Jul 27, 2016 10:00 am por Eduardo

» Citações de Ellen White sobre a Vida em Outros Planetas Não Caídos em Pecado
Ter Jul 26, 2016 9:29 pm por Eduardo

» Viagem ao Sobrenatural - Roger Morneau
Dom Jul 24, 2016 6:52 pm por Eduardo

» As aparições de Jesus após sua morte não poderiam ter sido alucinações?
Sab Jul 23, 2016 4:04 pm por Eduardo

SEU IP
IP

Placa de 700 a.C. traz relato de 'destruição de Sodoma'

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

19012011

Mensagem 

Placa de 700 a.C. traz relato de 'destruição de Sodoma'






Placa de 700 a.C. traz relato de 'destruição de Sodoma'

O Dr Daniel Santos foi entrevistado pela Revista Graça para opinar sobre o pronunciamento dos estudiosos que acreditam ter decifrado o famoso planisfério dos sumérios relatando um fenômeno sobrenatural no antigo oriente próximo. Segundo o pronunciamento, o fenômeno observado pelos estudiosos sumérios estaria apontando para um meteoro que pode ser a explicação para a destruição de Sodoma e Gomorra.

Embora o planisfério não faça nenhuma referência ao evento da destruição destas cidades bíblicas, o Dr. Daniel acredita que as observações por eles elaboradas pode conter informações com alta precisão de dias, datas e até horários. Isto porque, entre outras coisas que eles costumavam observar, alguns eclipses lunares e solares foram registrados. É por causa do registro de eventos fixos como estes que as datas podem ser tão precisas como foi estabelecido no estudo de Mark Hempsell “final da tarde de 29 de Junho de 3123 a.C.” A descoberta que trouxe grande surpresa foi a proposta de leitura do pequeno objeto decifrado que já havia sido descoberto ha várias décadas pelo famoso Layard. A relação entre o texto sumério contido naquele planisfério e a destruição de Sodoma e Gomorra é um desdobramento adicional. Mesmo assim, conhecendo as dificuldades relacionadas ao deciframento da língua suméria, o Dr. Daniel não está convencido da conexão que tem sido feita entre estes dois eventos: o impacto deste meteoro e a destruição das cidades de Sodoma e Gomorra.



+++


Cientistas britânicos conseguiram decifrar as inscrições cuneiformes de um bloco de argila datado de 700 a.C. e descobriram que se trata do testemunho feito por um astrônomo sumério sobre a passagem de um asteróide - que pode ter causado a destruição das cidades de Sodoma a e Gomorra.

Conhecido como "Planisfério", o bloco foi descoberto por Henry Layard em meados do século 19 e permanecia como um mistério para os acadêmicos.

O objeto traz a reprodução de anotações feitas pelo astrônomo há milhares de anos.

Utilizando técnicas computadorizadas que simulam a trajetória de objetos celestes e reconstroem o céu observado há milhares de anos, os pesquisadores Alan Bond, da empresa Reaction Engines e Mark Hempsell, da Universidade de Bristol, descobriram que os eventos descritos pelo astrônomo são da noite do dia 29 de junho de 3123 a.C. (calendário juliano).

Segundo os pesquisadores, metade do bloco traz informações sobre a posição dos planetas e das nuvens e a outra metade é uma observação sobre a trajetória do asteróide de mais de um quilômetro de diâmetro.

Impacto

De acordo com Mark Hempsell, pelo tamanho e pela rota do objeto, é possível que este se tratasse de um asteróide que teria se chocado contra os Alpes austríacos, na região de Köfels, onde há indícios de um deslizamento de terra grande.

O asteróide não deixou cratera que pudesse evidenciar uma explosão. Isso se explica, segundo os especialistas, porque o asteróide teria voado próximo ao chão, deixando um rastro de destruição por conta de ondas supersônicas, e se chocado contra a Terra em um impacto cataclísmico.

Segundo os pesquisadores, o rastro do asteróide teria causado uma bola de fogo com temperaturas de até 400ºC e teria devastado uma área de aproximadamente 1 milhão de quilômetros quadrados.

Hempsell afirma que a escala da devastação se assemelha à descrição da destruição de Sodoma e Gomorra, presente no Velho Testamento, e de outras catástrofes mencionadas em mitos antigos.

O pesquisador sugere ainda que a nuvem de fumaça causada pela explosão do asteróide teria atingido o Sinai, algumas regiões do Oriente Médio e o norte do Egito. Hempsell afirma que mais pessoas teriam morrido por conta da fumaça do que pelo impacto da explosão nos Alpes.

Segundo a Bíblia, Sodoma e Gomorra foram destruídas por Deus como resposta a atos imorais praticados nas cidades. Acredita-se que elas eram localizadas onde hoje fica o Mar Morto.

BBC Brasil

Comentário: " Mais de 2300 anos desde que começou a ser escrita... A ciência apenas corrobora os relatos a cada dia. Não é atoa que muitos a odeiam... A verdade pode doer, incomodar, mas será sempre a verdade... Apesar de todas as provas de que podemos acreditar nos escritos bíblicos, percebe-se uma clara tendência humana (da "mídia") em criar histórias "objetivas" para explicar o sobrenatural, e quanto às especulaçoes, tomemos cuidado."
avatar
Eduardo

Mensagens : 5997
Idade : 47
Inscrição : 08/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum