Últimos assuntos
» Decreto dominical a caminho
Dom Fev 19, 2017 7:48 pm por Augusto

» Acordem adventistas...
Ter Fev 07, 2017 8:37 pm por Augusto

» O que Vestir Para Ir à Igreja?
Qui Dez 01, 2016 7:46 pm por Augusto

» Ir para o céu?
Qui Nov 17, 2016 7:40 pm por Augusto

» Chat do Forum
Sab Ago 27, 2016 10:51 pm por Edgardst

» TV Novo Tempo...
Qua Ago 24, 2016 8:40 pm por Augusto

» Lutas de MMA são usadas como estratégia por Igreja Evangélica para atrair mais fiéis
Dom Ago 21, 2016 10:12 am por Augusto

» Lew Wallace, autor do célebre livro «Ben-Hur», converteu-se quando o escrevia
Seg Ago 15, 2016 7:00 pm por Eduardo

» Ex-pastor evangélico é batizado no Pará
Qua Jul 27, 2016 10:00 am por Eduardo

» Citações de Ellen White sobre a Vida em Outros Planetas Não Caídos em Pecado
Ter Jul 26, 2016 9:29 pm por Eduardo

» Viagem ao Sobrenatural - Roger Morneau
Dom Jul 24, 2016 6:52 pm por Eduardo

» As aparições de Jesus após sua morte não poderiam ter sido alucinações?
Sab Jul 23, 2016 4:04 pm por Eduardo

Palavras chave

bíblia  jonas  alma  dilúvio  jesus  criação  miguel  arca  

SEU IP
IP

A Causa Sagrada de Darwin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

11022011

Mensagem 

A Causa Sagrada de Darwin







A Causa Sagrada de Darwin


Adrian Desmond e James Moore dão uma explicação completamente nova sobre a maneira pela qual Darwin chegou à sua famosa teoria da evolução, que atribui todas as formas de vida a um remoto ancestral comum. Segundo os autores, as ideias abolicionistas defendidas por Darwin o guiaram na formulação de suas principais descobertas científicas. Darwin deu a todos os seres uma origem comum, libertando-os dos maiores apologistas da escravidão, que acreditavam que negros e brancos tinham se originado como espécies separadas, sendo os brancos superiores. A Causa Sagrada de Darwin é um estudo memorável e original sobre o maior cientista do século 19 [pelo menos aqui foram mais modestos em relação a Darwin, já que há darwinistas ufanistas que consideram o naturalista inglês “o maior cientista de todos os tempos”, ignorando Newton, Galileu e mesmo Einstein].

Nota: A obra parece interessante e deixa evidente (sendo correta ou não a tese dos autores) que não existe neutralidade filosófica em ciência. Diversos interesses subjetivos sempre estão por trás das pesquisas e frequentemente lhes ditam os rumos e conclusões. Curiosa e contraditoriamente, em outro livro (menos famoso) de Darwin, o The Descent of Man (1871), o naturalista diz: “Em algum período futuro não muito distante se medido em séculos, as raças civilizadas do homem exterminarão e substituirão, quase com certeza, as raças selvagens em todo o mundo. Ao mesmo tempo, os macacos antropomorfos... serão sem dúvida exterminados. A brecha entre o homem e seus parentes mais próximos será ainda mais larga, pois ela se abrirá entre o homem num estado ainda mais civilizado, esperamos, do que o próprio caucasiano, e algum macaco tão inferior quanto o babuíno, em vez de, como agora, entre o negro ou o australiano e o gorila” (p. 178).[MB]
avatar
Eduardo

Mensagens : 5997
Idade : 47
Inscrição : 08/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum