Últimos assuntos
» Decreto dominical a caminho
Dom Fev 19, 2017 7:48 pm por Augusto

» Acordem adventistas...
Ter Fev 07, 2017 8:37 pm por Augusto

» O que Vestir Para Ir à Igreja?
Qui Dez 01, 2016 7:46 pm por Augusto

» Ir para o céu?
Qui Nov 17, 2016 7:40 pm por Augusto

» Chat do Forum
Sab Ago 27, 2016 10:51 pm por Edgardst

» TV Novo Tempo...
Qua Ago 24, 2016 8:40 pm por Augusto

» Lutas de MMA são usadas como estratégia por Igreja Evangélica para atrair mais fiéis
Dom Ago 21, 2016 10:12 am por Augusto

» Lew Wallace, autor do célebre livro «Ben-Hur», converteu-se quando o escrevia
Seg Ago 15, 2016 7:00 pm por Eduardo

» Ex-pastor evangélico é batizado no Pará
Qua Jul 27, 2016 10:00 am por Eduardo

» Citações de Ellen White sobre a Vida em Outros Planetas Não Caídos em Pecado
Ter Jul 26, 2016 9:29 pm por Eduardo

» Viagem ao Sobrenatural - Roger Morneau
Dom Jul 24, 2016 6:52 pm por Eduardo

» As aparições de Jesus após sua morte não poderiam ter sido alucinações?
Sab Jul 23, 2016 4:04 pm por Eduardo

SEU IP
IP

Os Termos Originais em que se Baseia a Imortalidade da Alma

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

10062012

Mensagem 

Os Termos Originais em que se Baseia a Imortalidade da Alma




O termo “psyche” nem sempre é traduzido por alma, e isto não se dá simplesmente pela necessidade da tradução, mas também pela necessidade teológica do tradutor em alguns casos, ou seja, a tradução do termo “Psyche” para o português, em alguns poucos casos, obedeceu tanto aos conceitos teológicos do tradutor quanto em outros casos, obedeceu a correta dinâmica de tradução do texto.
Para consultar alguns versos que foram corretamente traduzidos para o português, pois não lhes foi possível inserir o conceito de imortalidade da alma veja ANEXO 1, na parte final deste resumo.
O termo grego “Psyche” é no NT traduzido como: “alma” (Mt 16:26); “ânimo” (At 14:2, 22); “coração” (Cl 3:23); “vida” (Mt 10:39).
O Termo hebraico “Nephesh” é no AT traduzido como: “alma” (Gn 1:30; 2:7); “vida” (Gn 9:4, 5; Lv 24:18); “vontade” (Gn 23:8); “pessoa” (Lv 2:1; 27:2); “morto” (Lv 19:28; 21:1; Nm 5:2); “cadáver” (Lv 21:11; Nm 6:6 – nephesh mut; literalmente: alma morta); “homem” (Lv 22:6); “alguém” (Lv 24:17); “coração” (Jó 21:25)
Encontramos um caso interessante em Jó 31:30 onde transliteramos:
“Ve lô natati lechato chiki L’Sheol bealah naphsho

A versão King James traduz: “Neither have I suffered my mouth to sin by wishing a curse to his soul.” – “E também não tolerei a maldade de minha boca desejando uma maldição para sua alma
Mas na ARC lemos: “também não deixei pecar o meu paladar, desejando a sua morte com maldição”, ou seja, o texto originalmente fala de uma alma para a boca mas em nossas traduções isto é passado por alto e desconsiderado totalmente pois é incompatível com a doutrina da imortalidade da alma e traria confusão sendo nossa concepção geral imortalicionista!
Como poderíamos formar uma doutrina com base numa concepção emprestada de tradutores acerca da imortalidade da alma? Sim, afirmamos “concepção emprestada”, pois o texto Sagrado diz que:
1) Alguém se contamina por tocar uma “alma morta” (Lv 21:11; Nm 6:6).
2) O “homem tornou-se uma alma viva” (Gn 2:7);
3) O conceito de olho por olho, dente por dente e vida por vida fala no original de “alma por alma” (Ex 21:23; Lv 24:18 e Dt 19:21).
4) A Escritura afirma clara e categoricamente que a alma morre (Ez 18:4).
Pretendemos com esta exposição, com muita humildade e amor, incitar o estudante e mesmo os ensinadores a consultarem os termos originais sem a pré-concepção imortalicionista.
Esta incitação porém, não parte do desrespeito muito manos de soberba ou pedantismo. O que pretendemos e esta é nossa oração a Deus é que, a opinião dos irmãos dicotomistas ou tricotomistas passem a ser baseadas na Bíblia corretamente. Nossa oração é haja um estudo imparcial e sem preconceitos acerca do assunto imortalidade da alma; ainda que discordem da opinião de que os conceitos de imortalidade da alma e a dicotomia ou tricotomia não partem das Escrituras estaremos satisfeitos se esta posição for obtida através de uma análise imparcial da visão mortalicionista quer seja aceita ou negada.
Não procuramos catequizar ninguém, mas sim incitar a procurar e ver ... examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas [são] assim. “ (At 17:11)
Este é nosso desejo e nossa sincera oração ao SENHOR: Que eu, assim como nossos irmãos e mestres, tenhamos um conhecimento bíblico acerca da Dicotomia e Tricotomia. Amém.


"Conforme aquele caminho que chamam SEITA, assim sirvo ao Deus de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na LEI e nos PROFETAS" (Atos 24:14 ) - Paulo, o apostolo dos gentios
avatar
Eduardo

Mensagens : 5997
Idade : 47
Inscrição : 08/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum