Últimos assuntos
» Decreto dominical a caminho
Dom Fev 19, 2017 7:48 pm por Augusto

» Acordem adventistas...
Ter Fev 07, 2017 8:37 pm por Augusto

» O que Vestir Para Ir à Igreja?
Qui Dez 01, 2016 7:46 pm por Augusto

» Ir para o céu?
Qui Nov 17, 2016 7:40 pm por Augusto

» Chat do Forum
Sab Ago 27, 2016 10:51 pm por Edgardst

» TV Novo Tempo...
Qua Ago 24, 2016 8:40 pm por Augusto

» Lutas de MMA são usadas como estratégia por Igreja Evangélica para atrair mais fiéis
Dom Ago 21, 2016 10:12 am por Augusto

» Lew Wallace, autor do célebre livro «Ben-Hur», converteu-se quando o escrevia
Seg Ago 15, 2016 7:00 pm por Eduardo

» Ex-pastor evangélico é batizado no Pará
Qua Jul 27, 2016 10:00 am por Eduardo

» Citações de Ellen White sobre a Vida em Outros Planetas Não Caídos em Pecado
Ter Jul 26, 2016 9:29 pm por Eduardo

» Viagem ao Sobrenatural - Roger Morneau
Dom Jul 24, 2016 6:52 pm por Eduardo

» As aparições de Jesus após sua morte não poderiam ter sido alucinações?
Sab Jul 23, 2016 4:04 pm por Eduardo

SEU IP
IP

Mapa metabólico e complexidade irredutível

Ir em baixo

11062012

Mensagem 

Mapa metabólico e complexidade irredutível






Encontrei um mapa metabólico ainda mais completo e estou enviando para compartilhar (também disponível aqui). Destaco que, apesar da complexidade das vias representadas nesse mapa (que fazem os outros até parecerem simples, quando comparados a esse), o metabolismo humano está longe de ser completamente desvendado, ou seja, mesmo esse mapa mais completo é ainda apenas um resumo do que acontece em nosso corpo!

Há uns meses, tive a triste oportunidade de acompanhar um recém-nascido com uma mutação do gene DHCR7 (mutações são falhas, e falhas não fazem bem; quando acontecem, são deletérias), que fazia com que o recém-nascido não tivesse apenas uma das setas desse imenso mapa metabólico. Ele era incapaz de produzir a 7-dehidrocolesterol redutase, enzima responsável pela última etapa do metabolismo do colesterol, que o converte do precursor 7-dehidrocolesterol. É uma rara condição conhecida como síndrome de Smith-Lemli-Opitz, devido a qual o bebê nasceu prematuro, com baixo-peso e com várias e graves malformações cardíacas, encefálicas e anatômicas; infelizmente, vindo a falecer com um mês de vida na UTI pediátrica.

O mapa metabólico tenta representar o motor bioquímico que nos mantém vivos, o qual precisa estar completo para a vida poder existir. A falha em apenas uma, desse emaranhado de setas, foi suficiente para impossibilitar a vida desse bebê! Como explicar o surgimento aleatório e gradual de um sistema tão complexo e interativo, que, além de tudo, para funcionar, precisa estar exatamente completo e ajustado da forma apresentada no mapa?

Vale lembrar que existem inúmeros outros processos bioquímicos necessários à vida acontecendo em nosso corpo que não estão representados no mapa (como, por exemplo, a cascata de coagulação e o sistema imunológico). Todos eles tendo que ser completos desde o início e interagindo entre si! Sem falar nos processos fisiológicos, nas estruturas anatômicas, histológicas e celulares, na informação genética, mentalidade, moral, beleza... Temos que ser sinceros: o único jeito é admitir que foi Deus quem nos criou!

(Roberto Lenz Betz é estudante de Medicina na Universidade Regional de Blumenau)
Mapa metabólico e complexidade irredutível

Leia também: "O 'pesadelo' do mapa metabólico" e "Bursas: outra evidência de design inteligente"


"Conforme aquele caminho que chamam SEITA, assim sirvo ao Deus de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na LEI e nos PROFETAS" (Atos 24:14 ) - Paulo, o apostolo dos gentios
avatar
Eduardo

Mensagens : 5997
Idade : 48
Inscrição : 08/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum