Últimos assuntos
» Decreto dominical a caminho
Dom Fev 19, 2017 7:48 pm por Augusto

» Acordem adventistas...
Ter Fev 07, 2017 8:37 pm por Augusto

» O que Vestir Para Ir à Igreja?
Qui Dez 01, 2016 7:46 pm por Augusto

» Ir para o céu?
Qui Nov 17, 2016 7:40 pm por Augusto

» Chat do Forum
Sab Ago 27, 2016 10:51 pm por Edgardst

» TV Novo Tempo...
Qua Ago 24, 2016 8:40 pm por Augusto

» Lutas de MMA são usadas como estratégia por Igreja Evangélica para atrair mais fiéis
Dom Ago 21, 2016 10:12 am por Augusto

» Lew Wallace, autor do célebre livro «Ben-Hur», converteu-se quando o escrevia
Seg Ago 15, 2016 7:00 pm por Eduardo

» Ex-pastor evangélico é batizado no Pará
Qua Jul 27, 2016 10:00 am por Eduardo

» Citações de Ellen White sobre a Vida em Outros Planetas Não Caídos em Pecado
Ter Jul 26, 2016 9:29 pm por Eduardo

» Viagem ao Sobrenatural - Roger Morneau
Dom Jul 24, 2016 6:52 pm por Eduardo

» As aparições de Jesus após sua morte não poderiam ter sido alucinações?
Sab Jul 23, 2016 4:04 pm por Eduardo

Palavras chave

dilúvio  bíblia  virgens  jesus  alma  arca  criação  parabola  jonas  

SEU IP
IP

Comprometidos a Evangelizar o Mundo Todo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

27112010

Mensagem 

Comprometidos a Evangelizar o Mundo Todo







Comprometidos a Evangelizar o Mundo Todo

Publicado em 25/11/2010 por Blog Sétimo Dia




Cornélio, o centurião romano, nem sequer foi contado como discípulo de Cristo; mas ele tinha fé em Deus, segundo a luz que possuía, e buscava mais luz. O Senhor viu que esse homem honraria a igreja e o pôs em contato com Pedro. Deus enviou do Céu uma mensagem especial para ele, e por meio de outra mensagem, instruiu a Pedro que o visitasse e lhe desse mais luz. Esse é o modo como Deus trabalha. As orações diárias, pedindo luz e direção, certamente serão atendidas.

Em nosso mundo, há muitos homens como Cornélio, e por eles o Senhor deseja que Seus servos façam esforços especiais. O Senhor mostrou a Pedro, um judeu, que os gentios que serviam a Deus eram tão aceitos como ele era. Hoje, há no mundo muitos que estão mais próximos do reino de Deus do que imaginamos. Estão caminhando na luz que possuem e, no futuro, serão levados a cada vez mais luz.

Nesse mundo escuro e de pecado, o Senhor tem muitas joias preciosas, a quem Ele enviará mensageiros. Deus guiará Seus servos como Seus instrumentos, e por meio deles ajudará às pessoas que estão famintas pelo pão da vida. Palavras de esperança e alegria saindo de lábios que foram tocados pela brasa viva do altar de Deus serão capazes de restaurar e confortar aqueles que estão cansados e angustiados.
A Quem Precisamos Ajudar?



Há muitos que parecem ser como Cornélio, homens aos quais Deus deseja ligar à Sua igreja. Eles se identificam com o povo do Senhor. Porém, os laços que os prendem ao mundo seguram-nos firmente. Eles não têm coragem de unir-se aos humildes. Devemos fazer sinceros esforços por essas pessoas que, por causa de suas responsabilidades e tentações, necessitam do mais diligente trabalho sincero.

Falamos e escrevemos muito sobre os pobres negligenciados; mas não deveria ser dedicada atenção também pelos ricos negligenciados? Muitos olham para essa classe social como sem esperança e fazem pouco para abrir os olhos daqueles que, cegados e entorpecidos pelo poder de Satanás, já não levam em conta a eternidade. Milhares de pessoas abastadas têm baixado à sepultura sem serem advertidas, porque foram julgadas pela aparência e como se não houvesse esperança para eles. Mas, indiferentes como possam parecer, a maioria dessa classe tem a alma atribulada. Há milhares de ricos que estão famintos pelo alimento espiritual. Muitos que ocupam altas posições no governo sentem necessidade de algo que não possuem. Poucos entre eles vão à igreja, pois sentem que não são beneficiados. Os ensinamentos que ouvem não lhes toca a alma. Não devemos apelar pessoalmente em favor deles?

Deus chama servos honestos, humildes, para levar a verdade às classes sociais mais altas. As pessoas abastadas, que amam o mundo, não serão levadas a Cristo apenas por um contato momentâneo e acidental. Homens e mulheres imbuídos com espírito missionário, que não desistirão nem desanimarão, devem realizar um esforço pessoal e decidido.
Como Iremos Alcançá-los?



Há alguns que são especialmente habilitados a trabalhar entre as altas classes. Esses deveriam buscar o Senhor diariamente, desenvolvendo planos de como alcançar essas pessoas, não meramente para ter um contato casual com eles, mas para envolvê-los pelo esforço pessoal e por uma fé viva, manifestando profundo amor e real interesse de que eles devem conhecer a verdade como ela é em Jesus.

Para alcaçar essas pessoas, os cristãos devem eles mesmos ser cartas vivas “conhecida[s] e lida[s] por todos os homens” (2Co 3:2, Almeida Revista e Atualizada). Não representamos o enobrecedor caráter da verdade tanto quanto deveríamos. Corremos o perigo de nos tornarmos limitados e egoístas. Para não falharmos, devemos com temor e tremor sempre nos lembrar disso.

Que aqueles que trabalham para as classes mais altas se portem com dignidade, lembrando de que os anjos são seus companheiros. Que mantenham o tesouro da mente e do coração cheios do “Está escrito”. Guarde no saguão da memória as preciosas palavras de Cristo. O valor delas deve ser avaliado muito além da prata e do ouro.

Há milagres que resultarão em genuína conversão, milagres que não são percebidos agora. Mesmo as pessoas consideradas mais importantes na Terra não estão além do poder de um Deus que opera maravilhas. Se os que trabalham unidos a Ele forem pessoas de oportunidades, fazendo seu dever brava e fervorosamente, Deus converterá aqueles que ocupam posições de responsabilidade, que possuem intelecto e influência. Pelo poder do Espírito Santo muitos aceitarão os princípios divinos. Convertidos à verdade, se tornarão agências nas mãos de Deus para comunicar a luz. Eles terão uma responsabilidade especial por outras pessoas dessa classe negligenciada. Sentirão que a missão do evangelho foi dispensada a eles por aqueles que fizeram deste mundo sua propriedade. Tempo e dinheiro será consagrado a Deus, recursos serão trazidos ao Seu tesouro, talento e influência serão convertidos à verdade e nova eficiência e eficácia adicionadas à igreja.

Em todo lugar há pessoas que se levantarão pela verdade presente. Ao lado de toda água devemos semear a semente da verdade. Nunca deixemos que o desânimo nos controle. O trabalho de Deus será feito. O Senhor conhece aqueles que pertencem a Ele. Em Sua providência os conduzirá como conduziu Cornélio.

Não temos uma obra a realizar para o Senhor? Não deveríamos trabalhar com mais inteligência e mais honestidade do que trabalhamos no passado por aqueles que necessitam de ajuda? Lembremo-nos de que somos as mãos ajudadoras de Deus. Com a Bíblia como nosso guia e conselheiro, saiamos a trabalhar para o Senhor, servindo-O como nos indicou, proclamando a mensagem da verdade presente de tal maneira que irá torná-la impressionante e aceitável. Somos fracos, mas sedesejarmos e crermos, Deus nos dará força duradoura.

Este artigo foi publicado em The Advent Review and Sabbath Herald (Revista do Advento e Arauto do Sábado), 12 de maio de 1904. Os adventistas do sétimo dia creem que Ellen G. White (1827-1915) exerceu o dom de profecia bíblico por mais de 70 anos de ministério público.
avatar
Eduardo

Mensagens : 5997
Idade : 47
Inscrição : 08/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum