Últimos assuntos
» Decreto dominical a caminho
Dom Fev 19, 2017 7:48 pm por Augusto

» Acordem adventistas...
Ter Fev 07, 2017 8:37 pm por Augusto

» O que Vestir Para Ir à Igreja?
Qui Dez 01, 2016 7:46 pm por Augusto

» Ir para o céu?
Qui Nov 17, 2016 7:40 pm por Augusto

» Chat do Forum
Sab Ago 27, 2016 10:51 pm por Edgardst

» TV Novo Tempo...
Qua Ago 24, 2016 8:40 pm por Augusto

» Lutas de MMA são usadas como estratégia por Igreja Evangélica para atrair mais fiéis
Dom Ago 21, 2016 10:12 am por Augusto

» Lew Wallace, autor do célebre livro «Ben-Hur», converteu-se quando o escrevia
Seg Ago 15, 2016 7:00 pm por Eduardo

» Ex-pastor evangélico é batizado no Pará
Qua Jul 27, 2016 10:00 am por Eduardo

» Citações de Ellen White sobre a Vida em Outros Planetas Não Caídos em Pecado
Ter Jul 26, 2016 9:29 pm por Eduardo

» Viagem ao Sobrenatural - Roger Morneau
Dom Jul 24, 2016 6:52 pm por Eduardo

» As aparições de Jesus após sua morte não poderiam ter sido alucinações?
Sab Jul 23, 2016 4:04 pm por Eduardo

Palavras chave

dilúvio  bíblia  criação  jonas  jesus  alma  arca  

SEU IP
IP

me ajudem!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

me ajudem!

Mensagem por Wuzat em Qua Jul 28, 2010 1:58 am

Eu sou um novo usuario e, mesmo sendo ex-católico por certas duvidas, queria que me ajudassem com minhas idéias.
Hoje mesmo eu vi uma entrevista com um cara chamado Leonardo Boff, e acho que é isso que tirei:

Por mim, um ser racional, sem importar que tipo, precisa ter corpo e personalidade. Pensando no que Boff disse Deus existe dentro e fora de nós, fora como tudo, e dentro como ENTUSIASMO (contrariando meu antigo pensamento que dizia que era amor).
Também disse que os seres humanos são os "jardineiros do universo", ele diz isso falando como todos os seres vivos estão juntos numa familia, que também se une ao meio, fazendo de tudo um unico corpo. Nós regulamos esse corpo sendo os jardineiros, quer dizer que regulamos Deus?
E mais, se nós fazemos parte de um só corpo, depois de pouco tempo pensando, deduzi que Deus (sua parte inteligente)=seres humanos, e que seres humanos=Deus, pois todos nós pensamos e regulamos o que fazemos, é como se nós fossemos o cérebro de Deus e o resto é o corpo!
Isso transforma qualquer milagre feito por Ele, ações humanas... Jesus! Ele era humano e Deus, aguá em vinho, qualquer coisa na Biblia é metafora para ações humanamente possiveis.

Eu estou confuso e o que disse deixa muitas duvidas, me ajudem!

Wuzat

Mensagens : 1
Idade : 23
Inscrição : 28/07/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: me ajudem!

Mensagem por Eduardo em Qua Jul 28, 2010 6:03 pm

A proposta de Boff nos leva a questionar o quão cristão seria um Cristianismo que abrisse mão de seu exclusivismo, sendo que mesmo Jesus era um exclusivista – Ele declarou ser a “Verdade”, o Único meio de acesso a Deus (Jo. 14:6) e que a Vida Eterna seria alcançada somente por quem se relacionasse com o Deus Verdadeiro e Ele, Seu representante (Jo. 17:3). Além disso, Jesus identificou a Bíblia como a própria Verdade revelada (Jo. 17:17). Por toda a Bíblia, profetas, apóstolos e mesmo Jesus lutaram para estabelecer limites bem definidos para a Verdade, em oposição declarada às religiões pagãs, ao sincretismo religioso e a heresias dentro da fé. Seria impossível, desta forma, conciliar Cristianismo e Pós-Modernismo, porque a fé cristã reivindica possuir uma Verdade absoluta, revelada por Deus e aplicável ao qualquer ser humano em qualquer época.[18]

De que outra maneira responderíamos ao dilema levantado por Boff – ou o diálogo com a cultura ou o isolamento? Sem dúvida, os cristãos não podem se isolar. Entretanto, o diálogo não deve significar perda de identidade e consequente abandono da missão (Mt. 28:19-20). Lembremo-nos de que, ao enviar Seus discípulos ao mundo, Jesus sabia de potenciais conflitos religiosos que eles enfrentariam; mas não bastava a pregação a pessoas não-realizadas com suas crenças culturais – todos deveriam ouvir e ser persuadidos, e os que aceitassem se converteriam da autoridade de Satanás para o senhorio do Deus Único (At. 26:29). Jesus, afinal, não é Senhor dos cristãos; Ele é o “Senhor de todos” (At. 10:36).

Assim, as estratégias podem se adaptar ao momento, nunca a mensagem. “[…] Relacionamentos, amizade, amor e cuidado pelo semelhante são muitíssimo importantes para todo discípulo de Cristo, mas não são tudo o que representa o cristianismo”, escreve Aleksandar Santrac. “[…] Se utilizarmos linguagem pós-moderna ou vocabulário não ameaçador, nunca devemos fazer isso a expensas da verdade como revelada na Palavra de Deus.” Santrac continua lembrando que evangelismo da amizade não substitui o evangelismo doutrinário, porque Jesus praticou ambos.[19] Semelhante a algumas marcas que, ao renovar determinado produto, inovam apenas na embalagem, o Cristianismo do século XXI precisa de nova embalagem para o mesmo conteúdo – a Verdade de Deus, ainda necessária no mundo pós-moderno.
avatar
Eduardo

Mensagens : 5997
Idade : 47
Inscrição : 08/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum