Últimos assuntos
» Decreto dominical a caminho
Dom Fev 19, 2017 7:48 pm por Augusto

» Acordem adventistas...
Ter Fev 07, 2017 8:37 pm por Augusto

» O que Vestir Para Ir à Igreja?
Qui Dez 01, 2016 7:46 pm por Augusto

» Ir para o céu?
Qui Nov 17, 2016 7:40 pm por Augusto

» Chat do Forum
Sab Ago 27, 2016 10:51 pm por Edgardst

» TV Novo Tempo...
Qua Ago 24, 2016 8:40 pm por Augusto

» Lutas de MMA são usadas como estratégia por Igreja Evangélica para atrair mais fiéis
Dom Ago 21, 2016 10:12 am por Augusto

» Lew Wallace, autor do célebre livro «Ben-Hur», converteu-se quando o escrevia
Seg Ago 15, 2016 7:00 pm por Eduardo

» Ex-pastor evangélico é batizado no Pará
Qua Jul 27, 2016 10:00 am por Eduardo

» Citações de Ellen White sobre a Vida em Outros Planetas Não Caídos em Pecado
Ter Jul 26, 2016 9:29 pm por Eduardo

» Viagem ao Sobrenatural - Roger Morneau
Dom Jul 24, 2016 6:52 pm por Eduardo

» As aparições de Jesus após sua morte não poderiam ter sido alucinações?
Sab Jul 23, 2016 4:04 pm por Eduardo

SEU IP
IP

Pastor chama “oração do pecador” de supersticiosa e divide opiniões

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

06072012

Mensagem 

Pastor chama “oração do pecador” de supersticiosa e divide opiniões




Pregação de pastor batista gerou debates acirrados na internet

Um vídeo de três minutos que foi compartilhado milhares de vezes entre a comunidade evangélica nos últimos meses continua rendendo críticas ao seu autor. Tudo porque o pastor David Platt chamou de “supersticiosa” e ‘antibíblica’ a conhecida “oração do pecador”, onde a pessoa que deseja iniciar sua vida cristã é levada a repetir uma série de frases que lhe garantiria a salvação eterna.

Ensinada em igrejas de todo o mundo, a prática, de fato, não possui um respaldo bíblico. Platt, 33 anos de idade, lidera uma igreja batista em Birmingham, Alabama. No início deste ano, ele disse aos participantes da Conferência Verge, no Texas, que “não existe tal oração supersticiosa no Novo Testamento”, referindo-se à prática de fazer as pessoas “aceitarem Jesus” após repetirem uma oração feita por um pastor ou alguém que lhes pregou o evangelho.

“Estou convencido de que muitas pessoas em nossas igrejas estão simplesmente perdendo o sentido da vida cristã e que muito disso tem a ver com o que nós lhes vendemos como o Evangelho. Ou seja, esta oração, “aceite Jesus em seu coração, convide Cristo em sua vida está construída sobre areia movediça e corre o risco de desiludir milhões de almas”, disse ele.

Alguns meses depois, ele ainda continua se defendendo das acusações de evangélicos e líderes que contestam essa afirmação, inclusive lideranças da Convenção Batista do Sul, a qual ele pertence.

Enquanto alguns, segundo ele, o criticam por estar tentando impor o Calvinismo sobre os batistas, outros aplaudiram sua preocupação que a igreja entenda que discipulado é uma questão mais profunda, muitas vezes trocada pela repetição de uma oração e a frequência aos cultos de uma igreja.

“Meus comentários sobre a ‘oração do pecador’ foram motivados por uma grande preocupação com a conversão autêntica e a regeneração dos membros da igreja”, continuou Platt.

Danny Akin, presidente do Seminário Teológico Batista do Sul dos Estados Unidos, defendeu a posição de David Platt. Embora acredite que Platt poderia ter escolhido melhor as palavras antes de chamar de “superstição” algo tão popular, Akin disse compartilhar da preocupação do jovem pastor com as apresentações simplórias do evangelho e falsas conversões.

Mas ele esclareceu que não é contra a “oração do pecador”. “Eu quero que todos saibam que fiz todos os meus filhos repetirem a ‘oração do pecador’ como uma forma de expressar a obra que Deus fez em seus corações e de como eles se arrependeram de seus pecados e passaram a confiar em Cristo como seu salvador”, reiterou Akin ao explicar que a oração pode funcionar como a marca de um começo na vida cristã, mas nunca como a única coisa necessária para a salvação.

O debate sobre a eficácia da “oração do pecador” chegou até a liderança dos Batistas do Sul, que acabaram emitindo uma nota oficial com sua resolução este mês, afirmando que essa oração é “uma expressão bíblica do arrependimento e da fé”.


"Conforme aquele caminho que chamam SEITA, assim sirvo ao Deus de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na LEI e nos PROFETAS" (Atos 24:14 ) - Paulo, o apostolo dos gentios
avatar
Eduardo

Mensagens : 5997
Idade : 47
Inscrição : 08/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum